quinta-feira, 25 de junho de 2009

Quitutes e Batuques

Quitutes e Batuques é uma caravana de artistas internacionais que chega ao Brasil. Em cada cidade visitada, o projeto se instala transformando a comunidade anfitriã em um festival de cultura que abrange música, vídeo, gastronomia e educação.

As atividades unem as pessoas para a conquista de objetivos em comum. A interação entre os participantes cria a oportunidade de uma mudança na dinâmica nas relações do grupo. Um ambiente no qual o dialogo é possível e leva ao entendimento dos indivíduos mais díspares. Preconceitos são quebrados. Há a oportunidade de entender e reconhecer o outro.

Por outro lado, uma festa acontece, levando cultura de qualidade para um grande número de pessoas. Uma comunhão da alegria e da colaboração humana. O resultado será conferido nos shows, banquetes e vídeos que serão feitos pelos artistas em conjunto com a comunidade. Essas trocas de experiência é um intenso intercâmbio que mostrará como o dialogo pode ultrapassar barreiras sociais, culturais e ideológicas.

Os artistas e profissionais são reconhecidos internacionalmente. Seus trabalhos repercutem nas mídias pelo apelo jovem e atual. Como as cantoras de R&B (Rhythm and Blues) Les Nubians que são destaques constantes na impressa americana e européia. Prestes a lançar seu novo álbum, elas vêm ao país pela primeira vez apresentar seu estilo, que segundo a CNN é “uma ponte entre Paris e África francesa moderna”.

Representando a parte mais popular da World Music, Quitutes e Batuques contará com o maleis Adama Yalomba. O músico é considerado o grande expoente do gênero Afro Pop, nome que ajudou a estabelecer devido seu trabalho precursor com ritmos africanos em um estilo contemporâneo. Marcando a presença musical brasileira, Moleques de Rua trará sua influência do Hip Hop e do Samba em músicas de um repertório formado em 20 anos de trabalhos no país e na Europa. Um dos criadores do dispositivo oficina-residência, conceito que estrutura este projeto.

A parte gastronômica fica por conta das cozinheiras do Table D’Hote, um grupo de mulheres que possuem ascendências francesas, mulçumanas e africanas. Trazendo um repertório da cozinha francesa e suas influências contemporâneas internacionais. Paralelamente aos eventos, o cineasta francês Zangro e o ator Hassan Zahi levantarão um questionamento audiovisual sobre a famosa receptividade brasileira, criando junto com jovens da comunidade cenas que simbolizam o ponto de vista Europeu sobre o assunto.

As atividades serão desenvolvidas em parceria com os Pontos de Cultura das cidades contempladas pelo projeto. São espaços comunitários de difusão e criação de cultura mantidos pelo Governo Federal. Neste serão desenvolvidas oficinas sócio-culturais e educacionais, que ensinaram conceitos das áreas que o projeto envolve. Os participantes receberão um conhecimento que poderá ser aplicados em ações próprias da comunidade, um caráter multiplicador deste projeto.

No final do evento, todas as atividades resultam em um grande show com participação dos membros da comunidade nas apresentações dos artistas internacionais. Um momento de celebração da diversidade e da união do ser humano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário